17 de Novembro de 2014 11:11

Sociedade Brasileira de Urologia lança campanha sobre disfunção erétil

A disfunção erétil, a chamada impotência sexual, é muito falada, mas cercada de mitos e desinformação. Por esta razão, a Sociedade Brasileira de Urologia criou a campanha nacional “De Volta ao Controle”, que tem por objetivo tirar todas as dúvidas sobre a disfunção erétil e orientar sobre os tratamentos indicados em cada caso.

Para falar sobre o assunto, o programa Cotidiano entrevistou o urologista Mário Mattos, membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), que falou aos ouvintes da Rádio Nacional de Brasília o que é a disfunção erétil e contou qual o principal objetivo da campanha lançada pela SBU.

O Dr. Mário Mattos explicou que a disfunção erétil é a impossibilidade de se obter uma ereção ou mantê-la por um tempo suficiente durante a prática sexual. Segundo ele, por este motivo, é muito importante frisar que as falhas eventuais apresentadas nas relações sexuais não caracterizam o problema de disfunção.

Mário Mattos explicou a diferença entre ejaculação precoce e disfunção erétil, termos muito confundidos entre os homens, ressaltando que a ejaculação rápida pode atingir vários deles, tanto os que são diagnosticados com disfunção erétil como os que têm a vida sexual considerada “normal”.

O entrevistado falou ao Cotidiano quais os fatores que levam o homem a desenvolver a disfunção erétil. Segundo ele, existem dois grupos de fatores: os físicos e os psicológicos. Sobre as causas de ordem física, algumas delas podem ser o processo natural de envelhecimento, com o comprometimento dos nervos, vasos sanguíneos e tecidos penianos, a diabetes, o tabagismo, hipertensão arterial, nível de testosterona baixo, doenças crônicas, entre outras.

Os fatores psicológicos também acarretam a disfunção erétil em casos em que o homem apresentar quadros de depressão, estresse, ansiedade, problemas no trabalho e até no relacionamento amoroso.

Ainda de acordo com o urologista, é bastante comum que os homens tenham dificuldades em admitir a doença e buscar o tratamento adequado.

Fonte: Rádios EBC



OUTRAS NOTÍCIAS
20 de Abril de 2016 10:04
Por que devo fazer o exame da próstata aos 50 anos?

Pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) mostra que a maioria dos homens brasileiros (51%) não vai ao médico regularmente. Principal causa de morte por câncer em homens depois dos tumores de pulmão, o câncer de próstata não apresent... (continuar lendo)

13 de Abril de 2016 11:04
Hiperplasia benigna da próstata atinge 50% dos homens após os 50 anos

A hiperplasia benigna da próstata (HPB) é o tumor mais frequente no homem. Estima-se que cerca de 50% dos homens apresentam algum grau da doença após os 50 anos e que mais de 30% necessitarão de tratamento durante a vida. A HPB é caracterizada ... (continuar lendo)

29 de Março de 2016 08:03
Cistite de repetição

O que é? Cistite é uma infecção que acomete a bexiga, ou seja, uma infecção do trato urinário baixo (ITU). As cistites são muito comuns em mulheres. Estima-se que 50 a 80% delas apresentarão ao menos um episódio de cistite ao longo da vida. De 20 a 50% das mul... (continuar lendo)


Voltar-noticias

NOSSOS CONVÊNIOS

Confira alguns dos nossos principais convênios e parceiros de atendimento.

01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23